David

Para quem não conhece, este é o David, de Michelangelo.

É um estudo antigo que retomei recentemente após ficar parado por meses.

 

Modelado originalmente em DimClay Firme, depois foi feito um primeiro molde e um cast em DimClay C15 derretido para refinamento.

Lições aprendidas

  • Massas moles não são boas para peças detalhadas como rostos. Mesmo a clay Firme foi mole demais, e dificultou muito a execução de certos detalhes. Das próximas vezes farei direto em clays duras.
  • Quando você fica muito tempo na mesma peça, às vezes é bom parar um pouco para “desviciar” o olho, fazer outras peças e retomar depois. Isso facilita reparar melhor nos defeitos.
  • De quebra ganhei um pouco mais de experiência em derreter clay para fazer casts de refinamento. Tive que fazer várias vezes por causa de problemas com bolhas e emendas.
  • Também ganhei um pouco mais de experiência com moldes de silicone, principalmente no sentido de identificar os pontos críticos de aprisionamento de ar. A clay derretida tente a gerar falhas de bolhas e ar aprisionado muito mais do que resina, por ser mais grossa. Se você conseguir fazer um cast em clay sem falhas, com certeza conseguirá fazer melhor ainda em resina ou cera.

Até mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s